segunda-feira, agosto 08, 2011

Back to my square...


1 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Sempre que aqui estiveres lembra-te ...

"Inclino-me ligeiramente, concentro o olhar

Observo o átomo, o núcleo e o poder molecular

Debruço-me mais um pouco, quase sem travar

Absorvo todo o mundo deste inimaginável lugar

Aqui em cima não faz frio, nem tão pouco o calor se sente

Abro os braços e balouço, num vai e vem contra o vento

Aqui no topo não faz chuva, nem tão pouco o astro reluz

Salto sem rede, voo em queda lenta com um rasgo na voz

Estarei aqui? Terei eventualmente subido aqui?

Do pedestal em que me colocaste vejo o mundo

Mas ele não nos vê no fim..."

absolutamente brilhante

agosto 18, 2011 4:15 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial